16/08/16

14 Dicas de Dieta Para Criança

Olá, People !! Tudo bem ?? Desejo que sim ;)

Esses dias estava lendo uma matéria sobre a importância de uma boa alimentação para evitar a obesidade nas crianças, Por isso, resolvi trazer esse assunto, pois acho de extrema importância, principalmente nessa era fast food em que vivemos.


O excesso de peso não é um problema restrito aos adultos, mas que também atinge as crianças em todo o mundo. De acordo com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) do Brasil, 7,3% das crianças brasileiras com menos de cinco anos sofre com o problema. E entre os que possuem de cinco a nove anos de idade, o percentual é ainda maior: são 33,5% com quilos acima do peso ideal.

Segundo dados de 2013 da Organização Mundial da Saúde (OMS), 42 milhões de crianças em todo o mundo estão obesas ou acima do peso. Em 1990 esse número era de 32 milhões. E a expectativa para o futuro não é das mais otimistas: conforme informações da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso), o número de crianças com sobrepeso e obesas pode chegar aos 75 milhões em 2025, de acordo com relatório da OMS.


Abismante né? Mas existe soluções para mudar essa situação, impedindo que o problema se torne algo mais grave na vida adulta. Por isso, é tão importante a alimentação saudável para as crianças. E por não ser algo simples, abaixo segue algumas dicas de dietas para os pequenos:

1. Não usar a comida como uma forma de recompensa
“Se você limpar o seu quarto, eu te dou um chocolate”. “Se você terminar a sua lição, poderá comer o pacote de salgadinhos que está no armário”. “Coma a salada que eu te dou suas balinhas”. Táticas como essa até estimulam as crianças a cumprirem as suas obrigações, mas também criam uma relação forte com as guloseimas que tanto contribuem com o aumento de peso.

É que isso associa essas comidas a algo positivo, que é a recompensa, o que pode fazer com que elas se tornem ainda mais agradáveis e desejáveis para a criança, já que são apresentadas como um prêmio por seus pais. Pior ainda se os doces forem prometidos para depois que eles comerem os vegetais e outros alimentos saudáveis, que já não são tão apreciados por eles.

Isso porque eles pensarão nos vegetais como algo ruim que eles têm que comer para chegar no que é bom, no prêmio, que são as guloseimas.


2. Dar o exemplo
Uma importante dica de dieta para criança que recai na responsabilidade dos pais é o exemplo. Não adianta querer forçar os pequenos a comerem verduras, se você não come. Não adianta dizer que eles não podem ter um doce antes de almoço, se você devora uma barra de chocolate antes da refeição. Não adianta falar que eles não podem pular o café da manhã, se você não come depois que acorda.

Uma hora ou outra eles poderão virar e dizer: “Por que eu tenho que fazer isso se você não faz?”. E aí, mesmo que eles sejam forçados a fazer algo que não querem, a mensagem de que aquilo é importante para a saúde não será transmitida da melhor maneira possível.

Crianças também aprendem por exemplo e se elas virem que seus pais têm hábitos saudáveis, provavelmente se sentirão estimuladas a copiá-los.


3. Não deixar os doces à mostra na cozinha
Se a criança vir o chocolate, o salgadinho ou as balinhas à mostra, certamente irá preferir as guloseimas do que a fruta que você oferecer no meio da tarde. Por isso, na hora de organizar o armário da sua cozinha, deixe os alimentos mais saudáveis como bananas, maçãs, iogurtes e cereais em evidência e esconda os doces e besteirinhas que devem ser consumidos moderadamente na dieta para criança.


4. Não permitir que eles pulem as refeições
Não deixe que seu filho fique sem tomar café da manhã, almoçar, lanchar ou jantar de maneira apropriada. Pular uma refeição pode fazer com que ele coma em excesso na próxima, exagerando nas calorias e colocando-se em risco de ganhar peso.


5. Checar o cardápio da escola
Algumas escolas investem em cardápios saudáveis para as refeições que os alunos fazem no local, no entanto, nem todas são assim. Para ter certeza de como o seu filho se alimenta enquanto estuda, cheque com a direção do colégio a respeito das opções que as crianças têm.

Se verificar que elas não são saudáveis, sugira uma melhoria no cardápio ou monte você mesmo os lanches de seus filhos, com frutas, lanches e suquinhos naturais, para impedir que ele não coma direito na escola.


6. Mudar a alimentação da criança
Em alguns casos, o excesso de peso de uma criança é reflexo do que ela foi acostumada a comer durante toda a sua vida. Para resolver o problema, uma saída é adotar uma dieta para criança que faça substituições, trocando as comidas mais engordativas por opções mais saudáveis.

Claro que não é fácil dizer aos pequenos que eles não podem mais comer o que tanto gostam e estão habituados. Portanto, o processo de troca deve ser gradual e não de uma vez só. Por exemplo, em vez de oferecer um suco artificial no café da manhã, você pode dar uma batida com frutas e mel.

No lugar da macarronada com queijo no almoço, você pode preparar arroz integral, com uma carne magra e chips de vegetais. E em vez de dar pedaços de chocolate como sobremesa, você pode oferecer uma salada de frutas à criança. Faça isso de modo que os antigos alimentos sejam substituídos por itens também saborosos, que agradarão o paladar da criança.

Enfim, são várias as atitudes que podem ser tomadas aos poucos para melhorar a alimentação dos pequenos. Para ter certeza de que está fazendo a dieta para criança da maneira correta, procure a ajuda de um nutricionista.


7. Envolver os pequenos no preparo do jantar

As crianças viram a cara quando você oferece a salada? Então, na próxima vez que for preparar uma refeição, chame-as para ajudar a temperar, picar ou lavar os vegetais, sempre tomando cuidado com o uso de facas, é claro.

Assim, ao ajudar a preparar um prato, eles certamente irão querer experimentar, nem que seja um pouco, do que ajudaram a fazer.


8. Preparar molhos para os vegetais
Caso a sua dificuldade na dieta para criança esteja em relação ao consumo de frutas, legumes e verduras, prepare molhos para acompanhar esses alimentos. Você pode fazer um molho com iogurte, maionese light, mel, mostarda e queijo magro. Com isso, essas comidas tão necessárias a uma dieta para criança perder peso serão consumidas com maior facilidade e prazer pelos seus filhos.


9. Acrescentar fibras às refeições deles
Mingau de aveia, purê de batata-doce, goiaba e maçã são algumas opções de alimentos fontes de fibras que devem ser adicionados às refeições dos pequenos. Esse nutriente é importante porque além de ajudar a regular o intestino, quando combinado com a ingestão de água, também promove a sensação de saciedade, o que colabora com o controle do apetite.


10. Servir porções pequenas

Entregar um saco cheio de salgadinhos ou um pacote de bolacha para uma criança é o mesmo que incentivá-la a comer tudo aquilo de uma só vez. Para evitar que isso aconteça, o ideal é oferecer essas comidas em potinhos pequenos, com porções moderadas, e assim impedir que a ingestão de calorias vá para as alturas.


11. Ser amigo das frutas e vegetais
Como se não bastasse serem nutritivos, frutas e vegetais têm poucas calorias. Logo, elas não podem faltar no cardápio da dieta para criança que precisa perder peso. Para atrair os pequenos a consumir esse alimentos, além de acrescentar molhos e chamá-los para ajudar na preparação, você pode criar desenhos com as suas formas no prato de seus filhos, o que tornará a refeição mais divertida.


12. Reconhecer o problema

Uma pesquisa realizada na Holanda com 800 pais e mães de 439 estudantes de quatro e cinco anos de idade mostrou que 77% dos pais e 75% das mães de alunos com sobrepeso não conseguiram identificar o excesso de peso de seus filhos e em torno de metade das crianças obesas foi apontada por seus pais como donas de um peso normal. As informações são da Folha.

Isso indica a dificuldade que alguns pais podem ter de reconhecer ou aceitar que seus filhos estão acima do peso. No entanto, é fundamental que seja feito um acompanhamento de perto dos responsáveis pelas crianças para que o combate ao excesso de peso seja efetivo. Isso porque uma vez que um problema é reconhecido, fica mais fácil tomar atitudes para solucioná-lo.


13. Fazer esforços em família

Ao finalmente entender que a criança sofre com o excesso de peso, é importante reunir toda a família e pensar em soluções em conjunto para reverter o quadro. Até porque não basta obrigar o pequeno a se livrar de suas guloseimas e comer vegetais, se os irmãos andarem pela casa exibindo doces e chocolates na frente dele.

É necessário que todos queiram ajudar e incentivá-lo a se alimentar de maneira melhor. E como já mostramos acima, o exemplo é uma ótima maneira de fazer uma dieta para criança mais fácil. Além disso, a mudança para uma dieta mais saudável de toda a família poderá melhorar a saúde de todos.


14. Pedir ajuda
Se os pais não conseguirem ajudar o filho sozinhos, não é vergonha nenhuma pedir a ajuda do pediatra e de um nutricionista. Muito pelo contrário, isso é sinal de cuidado com a criança. Conversar com esses profissionais ajudará a entender melhor o que acontece no organismo do seu filho e a descobrir as melhores formas de lutar contra o problema que ele enfrenta.


Espero que tenham gostado das dicas e que possamos a nos preocupar mais com a alimentação de nossas crianças.

Até o próximo post !!



35 comentários:

  1. Muito bom esse post! Vejo a preocupação da minha nora com a alimentação da minha neta.
    Tomara que todas as mães sigam essas dicas!
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente é uma preocupação necessária.
      Beijos

      Excluir
  2. adorei as dicas...
    realmente crianças e comidas são coisas difíceis!

    Kisses!
    Blog Sem Desperdício!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Tai. Tem que ter muita paciência.
      Beijos

      Excluir
  3. Que post mais lindooooooooo. Amei Lú, muito útil. Bjo.

    ResponderExcluir
  4. Quanta dica maravilhosa Lu, adorei!!

    Blog: www.iathilamarques.com.br/
    Instagram: instagram.com/iathilamarques
    Fanpage: https://www.facebook.com/MakesAfinsByIathilaMarques

    ResponderExcluir
  5. Quem tem criança em casa sabe da dificuldade neh na hora da alimentação. Aqui em casa, acho que tive sorte, minha filha ė super preoculpada com a alimentação e nem gosta de doce ou refrigerante. Mais hoje em dia me assusta o numero de crianças obesas....seu post ta lindo e bem explicado! Amei
    bjo

    Blog.negraeestilosa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem fala, já vi várias crianças com problema de obesidade, colesterol...As minhas gostam de umas bobeirinhas, mas sempre controlado e não deixam a alimentação saudável de lado.
      Beijos

      Excluir
  6. amei as dicas e como tenho filho de 10 anos
    super ajuda bjss

    http://christine-blogdosligados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente são dicas ótimas para auxiliar com as crianças.
      Beijos

      Excluir
  7. Adorei as dicas!
    Realmente controlar a alimentação das crianças é um grande desafio.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Adorei as dicas!
    Realmente controlar a alimentação das crianças é um grande desafio.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem me fala, mas acredito que com paciência e criatividade, acabamos conseguindo.
      Beijos

      Excluir
  9. Graças a Deus, meu filho é aquele do comercial que pede para comer brócolis, a única besteira que ele come é chocolate. Ótimas dicas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom kkkk Minhas filhas apesar de gostarem de algumas bobeiras, nunca deixam de comer nenhum alimento.
      Beijos

      Excluir
  10. Achei bem legal as dicas de dieta para crianças. Adorei.
    Bjus
    Jaque
    www.quebreiaregra.com.br

    ResponderExcluir
  11. Lu, as dicas são ótimas, principalmente a do exemplo em casa! Acho que é essencial...
    Beijos

    Blog|Canal

    ResponderExcluir
  12. Aqui em casa eu como de tudo e dou tudo pras crianças, mesmo eles não curtindo não deixo de fazer, o exemplo é a melhor dica.

    ResponderExcluir
  13. Assunto complicado né, normalmente crianças adoram besteiras. Ótimas dicas. Tem post novo no blog. Vem conferir...
    Estilo.Quem tem?

    ResponderExcluir
  14. Assunto complicado né, normalmente crianças adoram besteiras. Ótimas dicas. Tem post novo no blog. Vem conferir...
    Estilo.Quem tem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente bem complicado, por isso é necessário muita paciência e criatividade.
      Beijos

      Excluir
  15. Adorei suas dicas e o exemplo vem de casa né.. os pais também tem que comer certinho

    bjs
    Tissi

    ResponderExcluir
  16. Confesso que ainda estou deixando a desejar.
    Mas o Ben come direitinho, preciso fazer algumas mudanças, amei as dicas.
    Bjão

    ResponderExcluir
  17. O meu veio da nutri essa semana não estava querendo se alimentar direito já montamos uma dieta para ele.
    Espero que dê resultado.

    ResponderExcluir
  18. Que dicas valiosas para as mamães. Tem que ficar de olho mesmo senão só comem besteiras, rs. Amei.

    ResponderExcluir
  19. ótimas dicas, nada melhor do que educar nossos filhos com uma boa alimentação
    e começando desde cedo fica tudo mais fácil e a saúde agradece
    bjs

    ResponderExcluir
  20. A melhor coisa para boa alimentação é darmos o exemplo sempre !!!
    Excelentes dicas !!!
    besitos

    www.blogmeamarro.com

    ResponderExcluir
  21. Eu tenho pra mim de adaptação desde pequeno é o que leva a ter uma vida saudavel no futuro e não pular as refeiçoes tbm.

    Beijos Luana M.

    ResponderExcluir
  22. Adorei as dicas! Esse é um assunto tão sério né, a educação alimentar tem que começar desde novinho!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Dieta é muito importante pra manter a saúde da criança.
    Ainda bem que está acabando aquela cultura que quanto mais gordinha a criança, mais bonita. Temos que nos preocupar com a saúde dos nossos pimpolhos.

    Chiquereza

    ResponderExcluir